Um Guerreiro em Fortaleza




Depoimento de Rafael Ceccon sobre eu primeiro contato com comunidade em Fortaleza, parte da ação do Elos no Canteiro Mais Cultura.
Olá pessoal!

Hoje o dia foi intenso aqui em Fortaleza!
De manhã fomos à Secretaria de Cultura, onde estavam nos esperando o Coordenador de Livro e Cultura, o Urik Paiva que é o responsável pelo nosso convênio junto à prefeitura, o engenheiro da Secretaria Regional de um dos bairros e a Secretária desta regional.
A reunião foi muito animadora, todos eles se mostraram bem empolgados e com expectativas muito boas.
Dali partimos para o Conjunto Ceará, eu a Thais e a Raquel Honório, moradora da região, que esteve no Oasis Santa Catarina, ano passado.
Preparamos o salão do Centro Social Urbano e logo as pessoas foram chegando. Líderes comunitários, coordenadores de grupos jovens e de movimentos sociais, Membros de ONGs, e de secretarias da prefeitura, universitários, jovens da GMM, alunos de percussão de uma instituição do bairro… Estavam presentes também, além do Urik, a Fátima Mesquita, secretária municipal de Cultura, e a Gabriela, do MINC.
O gupo estava bem aberto, querendo ouvir e fazer parte da proposta. Fizemos uma rodada de apresentações, e a dinâmica da linha da vida, que foi muito profunda, porque o pessoal foi fundo mesmo. Logo já estavam se enfeitando com suas “linhas da vida”, e no momento de partilha em pequenos grupos foi bem bonito eles contando sobre suas estórias de vida uns para os outros.
Convidamos o pessoal do grupo de percussão para fazer uma ciranda! O professor e seus alunos comandaram a nossa dança, que envolveu todo mundo, e fizemos um grande caracolem volta dos percussionistas, foi espetacular!
Depois de nos reconhecermos e celebrar, partimos para a fase de informação, com os vídeos e power points. (dica, garantam que os computadores serão aceitos pelos datashows!)
O pessoal gostou muito mesmo. Até alguns jovens nos quais eu senti alguma desconfiança no começo, nesta hora já estavam pedindo silêncio e tudo!
O World café também foi muito rico, percebi o pessoal bem motivado, querendo chamar mais gente, e dispostos a fazer acontecer.
Na hora do mapeamento dos bairros, fizemos em forma de árvore das riquezas. Cada um escreveu nos papéizinhos, como a Mari fez em Manaus, Lugares e Pessoas que não se pode deixar de conhecer naquela comunidade.
Tinha gente do mesmo bairro que nem se conhecia, e trocavam idéias sobre as riquezas de seus bairros!
As árvores ficaram lotadas de frutos!
E amanhã já temos hora marcada com alguns dos líderes do Autran Nunes para conhecer de perto a comunidade. E muita gente já confirmou presença no encontro de Sonhos e talentos à noite.
Depois teremos uma reunião com estudantes de arquitetura de uma universidade daqui. Os estudantes que vieram hoje querem que a gente sente para conversar sobre  o projeto com outros estudantes de arquitetura.
Bom, fiquei muito motivado com o entusiasmo ativo do pessoal que compareceu hoje.
Valeu galera, sucesso na jornada de vocês
Grande abraço
Rafael
Fortaleza 1
Fortaleza 2

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn

DEIXE UM COMENTÁRIO

Categorias

Arquivos