Conheça o processo coletivo da Horta Educativa do SESC Santos

5/12/2017 | Ricardo Oliveros | Blog, permacultura | Tags: Tags:, , ,

Nos últimos três meses, o Instituto Elos, Flor e Ser – Educação em Permacultura , e o arquiteto Andre Jost Mafra participaram de um intenso programa sobre a Horta Educativa do Sesc Santos. Neste tempo tivemos a participação de quarenta funcionários da unidade, cinquenta crianças do projeto Curumim, cinco jovens do Programa Juventudes, cinco idos@s do programa Trabalho Social com Idosos (TSI).

As atividades com os funcionários aconteceram às quartas-feiras em duas turmas, uma no período da manhã e outra de tarde. As atividades com os Curumins ocorreram nas quintas-feiras, também em duas turmas. @s jovens e idos@s se integraram ao público do SESC aos sábados.

“Eu sempre quis cuidar de uma horta, então fiquei muito feliz quando soube desse projeto e me inscrevi sem pensar. Daqui pra frente se tiver algum dia sem compromisso vou pedir para os meus pais se posso ir e colher alguma coisa da horta. Eu amo a horta!”, contou uma participante.

HORTA

Todos os participantes tiveram um momento para compartilhar suas histórias que tivessem relação com a terra, plantio, plantas. Depois, foram em busca das belezas que eles ainda não tinham percebido no SESC. Em outro momento eles foram procurar histórias com os usuários do lugar e seus sonhos sobre horta.

MAQUETE

A partir dos sonhos, foram feitas maquetes em cada turma. No sábado de outubro, durante um encontro com os participantes e suas famílias foi elaborada uma síntese que tornou-se realidade nos mutirões em novembro.

OFICINAS

O Flor e Ser foi responsável pela capacitação técnica através de cinco oficinas, que tiveram os seguintes temas abordados:

Introdução à Permacultura;
Agricultura orgânica, Sistema Agroflorestal, Horta Permacultural.
Tipos de solo;
Preparo da terra;
Adubação orgânica;
Invasores e Convidados
-Incríveis Minhocas;
Plantio de sementes;
Plantas companheiras, insectárias e antagônicas;
Diferentes partes das plantas que nos alimentam: sementes, caules, frutos e raízes;
Oficina de Biofertilizantes;

Canteiro de vegetal e raízes

Os mutirões aconteceram durante a semana com cada público específico. Aos finais de semana as atividades foram abertas ao público geral do SESC e foi feito um convite especial para as famílias dos Curumins.

No primeiro sábado de mutirão aberto mais de 60 pessoas colocaram a mão na massa e fizeram acontecer pomar, um lago, e um canteiro de legumes e hortaliças.

LAGO

Os funcionários prepararam as bases da espiral de ervas, as floreiras da horta vertical e retiraram terra do canteiro para o Lago. Os Curumins plantaram morango na horta vertical e as ervas e temperos.

ESPIRAL

Com sol e com chuva, mais de 150 pessoas participaram do segundo mutirão aberto, e fizeram um borboletário, sementeiras, canteiros de plantas não convencionais comestíveis (PANCs), flores e hortaliças.

MELIPONARIO

Além disso fomos presenteados com a consultoria do Ricardo Ara Cebollada na construção do largo e doação dos peixes. O Luciano, talento descoberto no Guerreiro Sem Armas deste ano no morro do Fontana, fez a doação de uma caixa de abelhas sem ferrão, e prometeu mais duas!!! A Silvana Contreras e a Rosane Kerman escreveram as placas que identificam as espécies da horta.

O arquiteto André Mafra é o responsável pelo projeto do pergolado e escolha dos bancos que chegarão na Horta nas próximas semanas. O Lucas e seu ajudante fizeram as fundações. O serralheiro Gonçalo forneceu a base que receberá a estrutura da pérgula.

No Encontro de Futuro, os funcionários organizaram uma escala de cuidado e rega da horta, e planejaram os sonhos pra 2018. O Projeto Curumim em 2018 terá atividade planejada para o ano todo. Lilian Ronchi Oliveira, responsável pela programação do SESC, pretende desenvolver mutirões mensais aberto ao público e e dar continuidade com programações conectadas com tecnologias sustentáveis, permacultura e agricultura urbana.

No último sábado foi o momento de celebrar, com oferecimento do artista Beto que tocou e convidou os presentes para tocar e dançar uma ciranda.

SEMENTEIRAS

“Sonho com uma horta inspiradora. Onde quem veja, sinta vontade de sonhar, plantar e celebrar. Sonho com uma horta de cura, onde todos possam encontrar aromas, amigos e amor. E também sonho com uma horta de partilha, compartilhar conhecimento, experiência e alimentos. Que todos possam ser beneficiados”, resumiu a participante Karol, sobre o que @s participantes sonham com o futuro desta Horta Educativa do SESC Santos.