Escola de Transformação: conheça o Jardim Bassoli, terceiro residencial do DIST Campinas

11/04/2017 | Ricardo Oliveros | Blog, desenvolvimento local, Responsabilidade Social | Tags: Tags:, , , , , ,

A fase I do DIST Campinas foi finalizada no Jardim Bassoli, terceiro residencial, que ao lado do Abaeté e Sirius, entra para a Escola de Transformação. Em maio, acontece a primeira Vivência Oasis no local, e as inscrições já estão abertas aqui.

jardim bassoli

De acordo com o diagnóstico feito pela DEMACAMP e pelo Instituto Pólis, este conjunto residencial da Minha Casa Minha Vida tem 2275 famílias, sendo que 81,3% são chefiadas por mulheres, e 47% delas possuem trabalho remunerado, metade 22,1% tem carteira assinada, ou seja, 77,9% das mulheres chefes de família não tem segurança do trabalho.

A renda mensal não ultrapassa os três salários. As famílias que não tem nenhuma renda representam 29,2%; com até 1 salário mínimo 37,5%, e com renda de 1 a 2 salários, 30,9% o que configura uma maioria de 97,6%5 incluídas na faixa de 1 a 3 salários mínimos.

Vale observar que as famílias não são numerosas, com um tamanho médio de 2,7 membros. Do total de famílias, 27,7% são compostas por 1 pessoa, 22,5% composta por 2 pessoas e 22,1% formada por 3 pessoas.

O Conjunto Habitacional Jardim Bassoli é composto por uma população jovem com 56,7% de crianças e jovens, sendo, 26% de crianças com idade entre 0 e 10 anos, 18,8% de adolescentes entre 11 e 17 anos e 11,9% de jovens entre 18 e 24 anos. Já os adultos, com idades entre 25 e 60 anos, representam 39,7% dos moradores.

A população conta apenas com os equipamentos públicos, como escolas, creches, postos de saúde ou locais de lazer que já existiam nos bairros do entorno antes da implantação do conjunto, sobrecarregados pela nova demanda de atendimento.

São grandes os desafios e estamos ansiosos para saber quais os sonhos que os moradores e participantes vão construir por lá.

****A Escola de Transformação DIST Campinas é uma parceria do Elos com a Demacamp, apoiado pelo Fundo Socioambiental da Caixa Econômica Federal dentro da estratégia Desenvolvimento Integrado e Sustentável dos Territórios (DIST), inclui uma série de ações: formação de lideranças comunitárias, festival de projetos, encontros de troca de experiências, visitas de inspiração em comunidades que trilham o caminho de desenvolvimento pessoal e coletivo. Agradecemos a Prefeitura de Campinas, pelo apoio, em especial ao Gabinete do Vice-Prefeito que tem feito a articulação com as Secretarias do Governo.