Conheça o edital de iniciativas Bonja Viva

No dia 28 de junho realizamos um Encontro Comunitário na Escola Fátima para apresentação do Edital de Iniciativas da Bonja Viva*. Estiveram presentes 17 pessoas que fizeram a leitura coletiva do texto completo do Edital e tiraram suas dúvidas.

O objetivo do Edital é apoiar iniciativas coletivas nas seguintes áreas: social, cultural, ambiental, geração de renda, esportiva, cidadania e educacional. Todas as atividades propostas deverão ser desenvolvidas na Bom Jesus e as ações devem ser realizadas entre os meses de setembro e outubro de 2019.

Durante o mês de julho serão realizados encontros de acompanhamento  para escrita das iniciativas, a participação nos encontros é um dos critérios para validação das inscrições.

Esse edital visa selecionar ideias de pessoas que já participam de pelo menos uma das ações do projeto Bonja Viva desde abril de 2019. Não serão aceitas inscrições de pessoas que não participaram de nenhuma das etapas anteriores do projeto ou que não atendam as orientações deste edital.

As iniciativas aprovadas receberão recurso semente com valor entre R$ 1.000,00 (um mil reais) e R$ 1.500,00 (um mil e quinhentos reais).  O recurso semente é o recurso mínimo necessário para que as ideias aprovadas saiam do papel e ganhem força para iniciar a transformação na Bom Jesus.

No total serão disponibilizados até R$7.500,00 (sete mil e quinhentos reais), distribuídos entre as iniciativas selecionadas, que poderão usar o recurso exclusivamente para a compra de equipamentos, materiais, logística e prestação de serviços.

O edital é aberto a participantes do projeto Bonja Viva. IMPORTANTE: para recebimento do recurso semente, o grupo necessitará de um CNPJ, podendo buscar apoio de alguma organização ou microempreendedor individual para recebimento da doação. Serão aceitas propostas de grupos/coletivos de NO MÍNIMO 3 PESSOAS e organizações sociais sem fins lucrativos formais (com CNPJ próprio).

Leia na integra o Edital de Iniciativas Bonja Viva

*O projeto Bonja Viva, uma iniciativa do Instituto Lojas Renner, com metodologia do Instituto Elos e realização dos moradores do Complexo Bom Jesus

Bom Jesus realiza Feira de Ideias transformadoras

No último domingo, 9 de junho, foi realizada a Feira de Ideias*, um evento para promover o encontro entre quem mora no bairro de Bom Jesus, em Porto Alegre e pessoas convidadas para avaliarem as idéias, projetos e intenções para transformar o lugar. O objetivo foi reconhecer a criatividade e o potencial local, além de estimular conexões entre as pessoas do Bonja e visitantes.

O evento, que reuniu por volta de 200 pessoas, se dividiu em dois momentos. De manhã as pessoas montaram suas bancas e expuseram suas ideias através de cartazes, objetos, intervenções artísticas, entre outras formas de comunicação.

No período da tarde foram realizadas oficinas que tinham a ver com as iniciativas, como skate, sabão com óleo de cozinha, corte e costura, artesanato com material reciclável, jogos teatrais e poesia, entre outras.

Além do encontro, o domingo foi marcado pela celebração dos 11 anos do Instituto Lojas Renner.  A comunidade preparou um bolo para celebrar esta parceria.

Vale ressaltar que as moradoras e moradores foram protagonistas na realização do evento. Ao longo de um mês, o grupo teve encontros semanais para planejar e executar a organização do evento, pensando a infra-estrutura, as inscrições e a divulgação.


Agradecemos ao MIM – Movimento por uma Infância Melhor – pelo oferecimento do almoço, além da apresentação da Camerata MIM. Nosso muito obrigado para a equipe do Centro Cultural e Esportivo Bom Jesus por ter aberto as portas para os encontros comunitários durante o mês de maio e para a Feira de Ideias.

Próximo passo é a Visita de Inspiração para que o grupo conheça um projeto bem bacana e ver que é possível transformar vidas e lugares quando todo mundo se junta.

*A Feira de Ideias é uma realização de moradoras e moradores do Complexo Bom Jesus, a partir da iniciativa do Instituto Lojas Renner, metodologia Instituto Elos.

 

Saiba como foi Show de Talentos de Bom Jesus (RS)

No dia 4 de maio, aconteceu o Show de Talentos do Bom Jesus, dentro do programa de desenvolvimento comunitário que tem iniciativa do Instituto Lojas Renner, de Porto Alegre (RS). Foram cerca de 250 pessoas presentes na praça, que foi revitalizada na Vivência Oasis, para conhecer os talentos de música, dança, poesia, artesanatos e esportes.

Foto: Renata Fetzner/Instituto Lojas Renner
Foto: Renata Fetzner/Instituto Lojas Renner

“Estou cheia de gratidão no coração. Revi muita gente que a tempos não via. Vi muito sorriso no rostinho das crianças! Vi muitas crianças que cresceram participando de outras atividades que fazíamos ali na praça. Uma delas me disse ‘tia, tu que ensaiava a gente pra cantar,né?!’ Isto não tem preço. Salve a nossa quebrada! Dá-lhe Bonja Viva! “, resumiu Nani Dutra, uma liderança do lugar.

Foto: Renata Fetzner/Instituto Lojas Renner

A organização e realização do evento foram protagonizadas pelo pessoal do bairro. A Prefeitura Municipal de Porto Alegre, através da Secretaria de Cultura, disponibilizou o ônibus- palco para as apresentações e a equipe do Elos esteve acompanhando os moradores nos preparativos nas semanas que antecederam o evento.

Foto: Renata Fetzner/Instituto Lojas Renner
Foto: Renata Fetzner/Instituto Lojas Renner

A exibição do documentário da Vivência Oasis  durante o pôr do sol foi um dos momentos mais emocionantes da tarde. Foi lindo ver  moradoras e moradores se reconhecendo no vídeo e recordando o mutirão da praça com lágrimas nos olhos.

Foto: Renata Fetzner/Instituto Lojas Renner
Foto: Renata Fetzner/Instituto Lojas Renner

“Eu ando afastada por conta do meu bebê, mas acompanho tudo e sempre que estiver dentro das minhas possibilidades vou estar aqui. Vendo o dia do evento e as fotos me bateu uma coisa tão boa, que eu não poderia deixar de passar para agradecer de todo o meu coração tudo isso. Nós moradores da comunidade merecemos muito tudo isso, conheço a maioria dos que estão aqui no grupo e sei da luta de todos por um Bonja melhor. Entao meu muito obrigada por toda essa resistência, por todo esse amor, que nunca nos falte forças para continuar esta luta”. Gabriela Medeiros – moradora da Bom Jesus

 

Saiba como foi a mão na massa da Vivência Oasis Santo Antonio do Rio Doce

A etapa mão na massa da Vivência Oasis Santo Antonio do Rio Doce (MG)* teve na formação 40 pessoas e 150 participações das pessoas da comunidade.

“O autoconhecimento que adquiri no desenvolvimento desse projeto realizado junto com a comunidade de Santo Antônio do Rio Doce e com vocês do Instituto Elos foi fundamental. Reconheci que não bastava metas e sonhos sem autoconhecimento. Descobri que sou mais forte e guerreira do que imaginava. É que mesmo sendo fisicamente muito limitada, posso conquistar todas as metas, basta não perder o foco. Sempre terei problemas e dificuldades. Mas se consegui chegar até aqui, por que não ir mais longe” Ana Paula, participante da Vivência e moradora do Residencial Nilton Freire Sampaio

Durante os dois dias a equipe conseguiu revitalizar os espaços internos e externos da antiga escola do bairro que se transformou no centro comunitário, o sonho escolhido para ser realizado nesta etapa.

As pessoas foram divididas em grupos de trabalho e realizaram as seguintes ações:

1 Grupo Terra: cuidaram de todo paisagismo, plantio de mudas, criação de uma horta e colocação de vasos nas áreas internas.

2 Grupo Ar: Revitalizaram o telhado da construção, lavando e pintando as telhas.

3 Grupo Água: Cuidaram da reforma dos muros e banheiros, além da construção de uma calçada interna ao espaço

4 Grupo Fogo: Criaram diversos mobiliários para o espaço, como mesas de piquenique, bancos, armários e prateleiras.

5 Grupo Arco-íris: Pintaram todo o espaço e mobiliários, criando murais e dando cor e vida para o centro comunitário.

6 Grupo Faz Sabor: Ofereceram 3 refeições (café da manhã, almoço e café da tarde), garantindo a energia necessária para o mutirão.

Encontro de Futuro: o que a comunidade quer fazer daqui para frente

No último dia da Vivência Oasis os participantes se reuniram antes do encontro de futuro para fazer uma auto-avaliação do processo e compartilhar aprendizados dos dias de mutirão.

A reunião aconteceu no recém criado Espaço Comunitário para determinar o que a comunidade quer fazer junta no próximo mês. Nem a chuva atrapalhou a animação da comunidade que decidiu já fazer um mutirão no dia 01/05, para continuar o trabalho de embelezamento e reforma do espaço comunitário. Além disso, a comunidade pretende criar uma comissão para cuidar do espaço, e o Instituto Terra ofereceu um projeto de Educação Ambiental para aberta para moradoras e moradores no local.

* A Vivência Oasis de Santo Antônio do Rio Doce faz parte do convênio com a Fundação Renova, com apoio da Associação de Moradores de Santo Antônio do Rio Doce e da Prefeitura Municipal de Aimorés, MG.

Começou a Vivência Oasis Santo Antonio do Rio Doce (MG)

“A Vivência Oásis Santo Antonio do Rio Doce está sendo uma experiência sem igual para meu desenvolvimento pessoal e profissional. Ao trabalhar de forma muito natural habilidades como: Olhar abundante, liderança circular, inteligência coletiva, cooperação e comunicação violenta, a vivência abre horizontes para um futuro do qual não tenho medo, pois sei que farei parte da construção. Foram 04 dias intensos que valeram a pena cada segundo. Saio dessa etapa renovada e mais preparada para agir em ambientes e situações complexas, planejar e realizar! “
Andressa Catharina – Instituto Terra, participante da Vivência Oasis.

Estamos em Santo Antônio do Rio Doce, distrito de Aimorés, em Minas Gerais, para realizar uma Vivência Oasis* ao lado das pessoas que moram no local.  Neste primeira etapa, durante os 4 dias de vivência os 43 participantes puderam fazer as etapas do Olhar, Afeto, Sonho e Cuidado.

Construir um cenário de abundância  

Na etapa do Olhar os participantes exaltaram a natureza do bairro que possui ruas arborizadas e um lindo por do sol. No afeto os participantes puderam conversar com pessoal do lugar, colher suas histórias de vida e criar laços afetivos com jovens, crianças e povo da 3ª. idade do bairro. Além disso, os participantes junto com moradoras e moradores organizaram um lindo show de talentos com muita música e artes, sendo que a sensação foram as crianças que empinam bicicletas.

Sonhos legítimos mobilizam pessoas

A Árvore dos Sonhos da comunidade, que teve 85 participações, possui muita riqueza. Os sonhos vão desde mais paz e felicidade até a construção de uma creche e um centro cultural.  A comunidade escolheu reformar o prédio da antiga escola do bairro e transformá-la em um centro comunitário.

Decisão coletiva de qual sonho vai ser construído em 2 dias

A maquete que foi construída por 52 participantes e conta com salas de dança, espaço multiuso, área para eventos, cozinha, banheiros e um escritório. O projeto foi apresentado para o Prefeito Municipal de Aimorés Marcelo Marques que aprovou o trabalho da comunidade e quer ceder via comodato o espaço para a Associação de Moradores. Agora os moradores já estão se mobilizando para captar os recursos e talentos da comunidade.

“Esta vivência está sendo incrível. Eu já tinha participado de outra Vivência Oasis, mas cada uma é diferente. Está sendo muito especial por ser na minha comunidade. É um grande privilégio o Instituto Elos vir aqui trabalhar e trazer a sua filosofia que acho muito linda. Isso acaba transformando a comunidade que está acostumada com sua rotina e surgir da comunidade sonhos incríveis. As pessoas estão se unindo, muitas vezes não conversamos nem com nossos vizinhos por causa da rotina e com esta Vivência podemos nos aproximar mais das pessoas que moram aqui. Reaproximar as pessoas nessa primeira etapa está sendo muito especial para mim”. Lorenza, jovem que participou da Vivência Oasis em Nativo, São Mateus em 2018.

Nos dias 27 e 28 de abril acontece o mutirão para fazer acontecer o centro comunitário!

* A Vivência Oasis de Santo Antônio do Rio Doce faz parte do convênio com a Fundação Renova, com apoio da Associação de Moradores de Santo Antônio do Rio Doce e da Prefeitura Municipal de Aimorés, MG.

Equipe Elos volta para Bom Jesus por iniciativa do Instituto Lojas Renner

Em outubro e novembro de 2018 estivemos no bairro Bom Jesus, em Porto Alegre, a partir da parceria com Instituto Lojas Renner realizando a Vivência Oasis que culminou com a revitalização de uma praça muito valorizada pelos moradores do bairro, especialmente os que residem na Vila Pinto.

Nos últimos meses, lideranças comunitárias, moradores, escola e organizações sociais continuaram se encontrando e mantendo acesa a chama da transformação, muito inspirados pela experiência do mutirão que uniu mais 460 pessoas na praça.

Na semana passada a equipe do Elos, formada por Clarissa Borges (GSA 2012), Felipe Denz (GSA 2012) e Patrícia Ledo (GSA 2018), esteve no bairro conversando com as lideranças, ativistas culturais, equipamentos públicos e organizações sociais convidando-os a participarem de um encontro comunitário.

As conquistas coletivas da comunidade Bom Jesus

Teve espaço para um encontro com cerca de 30 pessoas. Algumas delas participaram da Vivência Oasis e estavam ansiosas para reencontrar o time todo, planejar mais e novas ações.

“Voltamos no tempo e construímos coletivamente a Linha do Tempo do Bom Jesus. Cada pessoa compartilhou os momentos marcantes do bairro e era possível ver o brilho nos olhos e os sorrisos que essas lembranças despertavam:

  1. Início do Orçamento Participativo
  2. Fórum de discussões “União de Vilas”
  3. Conquista do Posto de Saúde
  4. Conquista do Ensino Médio na Escola Antão de Faria
  5. Construção da Escola Mariano Beck
  6. Conquista da luz elétrica e do asfalto, etc”, contou Clarissa.

Em maio têm ações para fortalecer a governança comunitária

De todos esses momentos percebemos que o que tem em comum é a união em torno de um objetivo compartilhado. Após a construção da Linha do Tempo, foi apresentado o cronograma do projeto e, junto com ele, o primeiro desafio: qual o nome desse projeto? Entre várias sugestões as pessoas presentes decidiram por “Bonja Viva”. O objetivo é fortalecer a governança comunitária e apoiar iniciativas coletivas.

Em maio estamos de volta para a realização de um Show de Talentos na praça e a 1° Oficina de Futuro. Animação a gente sabe que não vai faltar!

Este projeto é uma Iniciativa Instituto Lojas Renner, realização Moradores da Bom Jesus, Metodologia Instituto Elos.

Resultados do programa de comunidades pós GSA 2018

O programa de acompanhamento das comunidades parceiras após o GSA 2018, que aconteceu de agosto a dezembro, tem os seguintes objetivos:

  1. Consolidar um processo participativo de moradoras e moradores para que assumam liderança e responsabilidade pelo desenvolvimento comunitário
  2. Inspirar, potencializar e assessorar a implementação de iniciativas comunitárias
  3. Impulsionar práticas de desenvolvimento comunitário a partir do acompanhamento de lideranças comunitárias na Filosofia Elos

Em 2018 tivemos a participação das moradoras e moradores do Caminho de Pilões, Monte Serrat e Vila dos Pescadores.

Caminho dos Pilões (Cubatão)

 

  1. GRUPO: As principais conquistas foi a formação do grupo comunitário Avança Pilões com 8 lideranças e 90 participantes no Whatsapp
  2. PARCERIAS: Prefeitura de Cubatão, Transpetro, Bertha Foundation, Bruna (GSA2018)
  3. INICIATIVAS: atividades de lazer e zeladoria da praça, playground para crianças (em andamento); bazar solidário (em andamento); horta comunitária (em andamento); quadra de futebol (projeto)

Monte Serrat (Santos)

  1. GRUPO: Associação de Moradores, Associação de Capoeira Mestre Bahia, 4 lideranças e 23 participantes no Whatsapp
  2. PARCERIAS: Articulação com diferentes órgãos da Prefeitura Municipal de Santos
  3. INICIATIVAS: Sessão de cinema para crianças (em andamento), Sarau Itinerante (projeto existente), mutirão em áreas comuns, Associação de Capoeira Mestre Bahia (projeto existente)

Vila dos Pescadores (Cubatão)

  1. GRUPO: 7 lideranças, 42 participantes no Whatsapp, criação do grupo Sonhar que lidera a implementação das iniciativas culturais e educacionais na Praça das Crianças e no Espaço do Contêiner, está com a expectativa de vincular  e consolidar como um projeto dentro do Instituto Isac.
  2. PARCERIAS: Prefeitura de Cubatão, Instituto Socio Ambiental e Cultura da Vila dos Pescadores, Instituto ISAC, empresa Modal Contêiner, Instituto Federal
  3. INCIATIVAS: Atividades culturais/educacionais; Ceia de Natal comunitária, revitalização da praça das crianças; oficina de artesanato infantil; time de futebol (projeto), aula de inglês (projeto).

*Este programa pós GSA2108 tem o apoio da Fundação Affonso Brandão Hennel

Caminho de Pilões começa Horta Comunitária

Um grupo de 11 mulheres do Caminho de Pilões, juntamente com moradores do bairro  e pela rede de amigos da Bruna Bellandi (GSA 2018), iniciaram a horta comunitária como parte do programa de acompanhamento das comunidades parceiras do Guerreiros Sem Armas deste ano.

Foi feita a limpeza do terreno, valas de drenagem e estruturação das leiras. Os próximos passos são preparar o solo e conseguir doação de terra para plantio, instalar alambrado de proteção, construir o sistema de irrigação e plantar!!!

Este programa pós GSA2108 tem o apoio da Fundação Affonso Brandão Hennel