Chega ao fim o projeto Futuro do Rio Doce, uma parceria entre o Instituto Elos e a Fundação Renova

  • Homepage
  • Educação
  • Chega ao fim o projeto Futuro do Rio Doce, uma parceria entre o Instituto Elos e a Fundação Renova

É da natureza de um projeto ter início, meio e fim. Assim aconteceu com o projeto Futuro do Rio Doce, que terá seu final agora em junho após a Fundação Renova encerrar a parceria com o Instituto Elos. 

Depois de mais de 2 anos, o projeto deixa como legado uma rede mobilizada, juventudes potentes e cientes da sua força realizadora e desejosas de contribuir ainda mais com a reparação e a construção de um novo futuro para a região.

Agradecemos à Fundação por investir na Metodologia Elos, e em nossas ferramentas  de formação vivencial em ativismo e mobilização social. Também queremos registrar nosso mais profundo agradecimento às organizações, prefeituras e suas diversas secretarias, e para as juventudes que acreditaram nesse trabalho. 

Em sua primeira edição, o projeto formou 90 jovens, mobilizou e apoiou o desenvolvimento de 22 iniciativas sociais, culturais e ambientais protagonizada pelas próprias juventudes em 24 municípios, que realizaram 132 ações, impactando mais de 24 mil pessoas ao longo da bacia do rio Doce.

Leia alguns depoimentos de quem participou:

Leia sobre o impacto do protagonismo juvenil no território

Nós do Instituto Elos estamos felizes com o impacto gerado na região, construído de forma conjunta com jovens. Foram 22 iniciativas sociais, culturais e ambientais criadas, com mais de 24 mil pessoas impactadas com o projeto.

Criamos durante essa jornada o Índice de Protagonismo, que nos permite avaliar se os esforços de mobilização se efetivaram na prática. O principal fator considerado é o aumento do protagonismo juvenil na regeneração da bacia.

Na visão de participantes da experiência, a partir de uma avaliação externa realizada ao final do primeiro ciclo pela empresa DH Ziper:

1. 70% dos participantes se consideram agora parte de um movimento de jovens do rio Doce;
2. 80% reconhece em si talentos que antes não reconhecia;
3. 58% considera ter envolvido mais jovens em seu projeto.

Estes resultados evidenciam a capacidade multiplicadora que jovens passaram a ter.

Para além dos números, essa formação pela bacia apresenta histórias de conquistas pessoais e comunitárias. Ao longo do projeto, participantes receberam o convite para:

1.  apresentar suas iniciativas em outros estados;
2. participar de conselhos de direito e controle social em seus municípios;
3. representar seu município ou comissão de atingidos em câmaras técnicas e em reuniões do Comitê Interfederativo (CIF), instância máxima de decisões do “ Sistema da Reparação do Rio Doce “, instaurado pelo Termo de Transação e de Ajustamento de Conduta (TTAC );
4. contratações pelas prefeituras, organizações sociais e pela própria Fundação Renova;
5. participação e aprovação  em editais de 11 iniciativas criadas durante a primeira edição do projeto. 

Saiba mais sobre a nova agenda

Para além dos impactos positivos que cada participante proporciona para suas comunidades, é com surpresa e orgulho que vimos nascer o “Movimento Futuro do Rio Doce“. Organizado por participantes da primeira edição do projeto, o movimento já se posiciona enquanto instância de representação das juventudes da bacia e está aberto para receber outras pessoas que também queiram se articular em prol da garantia de direitos e do desenvolvimento socioeconômico sustentável para a região. 

À convite do Conselho Estadual de Juventude de Minas Gerais (CEJUVE-MG), apresentaram no último dia 29 de maio propostas concretas para garantir maior participação juvenil no processo de reparação da bacia. Dentre essas propostas, a criação de um grupo de trabalho e de uma cadeira temática para discutir questões ambientais e os impactos da mineração no conselho estadual já estão sendo encaminhadas.

É importante ressaltar que todas essas conquistas são fruto da parceria entre Instituto Elos e Fundação Renova. A Fundação busca, através da Agenda de Juventude Rio Doce, mobilizar e articular as juventudes da bacia através de processos educativos e de desenvolvimento socioambiental que conectem a juventude com a reparação de seus territórios. 

Nós do Instituto Elos estamos à disposição para continuar apoiando as juventudes e comunidades da bacia do rio Doce da melhor forma que pudermos. 

Veja o documentário sobre o Futuro do Rio Doce e conheça o projeto:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

DEIXE UM COMENTÁRIO

Categories

Arquivos