Telefônica, Elos e comunidade Barra Funda celebram resultados do DVT 2011

Por Thaís Polydoro*
Sim é possível! É possível com 1800 pessoas transformar 2 praças, 1 posto de saúde, 1 escola estadual e 1 espaço de atividades para crianças em 8 horas de ação.
Foi exatamente isso que aconteceu  na sexta-feira ensolarada do dia 7 de outubro de 2011, na Barra Funda. Mais não foi só isso… muitos outros voluntários realizaram ações em 34 locais, pelo Brasil e em mais 17 países, ao mesmo tempo,  no Dia dos Voluntários Telefônica, o DVT. Foi o maior DVT da história e também o maior mutirão que o Instituto Elos já coordenou.

A contribuição do Instituto Elos (já falamos sobre isso aqui) aconteceu  na cidade de São Paulo, como  uma experiência piloto, e iniciou-se 6 meses antes do grande dia de ação. O Elos atuou na  escolha da comunidade, realização de reuniões comunitárias, registro das ações no Diário de Bordo, formação de pessoas da empresa e do bairro na metodologia Elos, detalhamento dos projetos com consultorias especializadas, realização de um ensaio geral com líderes de atividades, pré-produção dos espaços,  mão na massa e organização de encontros de futuro com a comunidade. No dia em si, a equipe do Instituto Elos foi responsável pela coordenação técnica  de mais de 60 atividades!
Por tratar-se de um evento com muitas pessoas, todos  que chegaram no dia já haviam se inscrito  previamente no  site com possibilidade de  escolha da  sua área de ação e atividade.
A organização é minuciosa, cada detalhe é importante e  nisso a equipe da Fundação Telefônica já tinha a experiência de 5 anos. Os voluntários são organizados assim:
– Em cada ponto de ação, há voluntários coordenadores que participaram de um formação com o Instituto Elos em junho e trabalharam em sintonia com a equipe Elos;
– Cada atividade tinha um ou mais voluntários líderes, que participaram do Ensaio Geral (realizado em setembro) e conheceram previamente o local onde atuariam, além de saber a meta de seu grupo para o dia, bem como a instrução técnica;
– Os voluntários que  chegam no dia vêm preparados para receber instruções dos líderes e trazem toda sua energia positiva e dedicação para fazer todos os sonhos tornarem-se reais!

Os resultados físicos foram impressionantes!

Voluntários, funcionários e alunos do local presentearam a  Escola Estadual Canuto do Val com pintura da fachada e muros de divisa e áreas de jogos; transformação no laboratório, no grêmio e na sala de arquivo; implantação das salas de  artes,  internet e educação física. O arquiteto e designer Fernando Nacarato, da Inventi Projetos, verificou quais eram os resíduos abundantes na escola e projetou objetos úteis que pudessem ser reaproveitados para realizar os sonhos levantados no encontro comunitário. Foi o caso do biciletário, feito com a parte metálica das cadeiras escolares que iriam para o lixo. Os painéis de aviso das salas  e prateleiras também foram feitos com os assentos destas cadeiras. A Telefônica doou bobinas de cabos que viraram poltronas e bancos.  Um grupo de alunos liderado pelo Professor Zeca fez decupagem em cadeiras escolares que também não seriam mais utilizadas, para mobiliar as salas de artes e do grêmio. A equipe da consultoria Fe Ravanholi Arquitetura * Paisagem criou  horta,  jardim japonês e jardins internos.
Na Praça do Areião, foi pintado um mural desenvolvido pelo artista plástico Paulo von Poser, que também coordenou a ação. Ele registrou a diversidade de expressão cultural dos usuários do local, utilizando retratos  e cenas da praça e  incorporando alguns detalhes dos grafites já existentes no espaço. A consultoria Lao Engenharia foi responsável pela implantação do parquinho (2 balanços, 2 joaninhas de mola, 1 gira-gira, 1 escorregador, 4 gangorras) e 7 equipamentos de ginástica para adultos. A pista de caminhada ganhou cor e demarcação de percurso. As equipes de paisagismo plantaram  mais de 150 árvores e muitas flores. A praça também ganhou espaços de descanso e convívio com a implantação de  mais 21 bancos, lixeiras, mesas de xadrez e piquenique.
Na Praça da Embaixada Nordestina, o mural , também  sob criação e coordenação de Paulo Von Poser, teve como temática as atividades esportivas que ocorrem ali, além de uma homenagem para a Guarda Civil Metropolitana, que tem uma sede em frente. A infraestrutura da praça foi melhorada e a antiga pista de bocha, que não era utilizada, transformou-se num espaço para equipamentos de ginástica com bancos de madeira. O parque infantil recebeu reforma dos brinquedos existentes e a Lao Engenharia coordenou a implantação de 1 gira-gira, 1 escorregador, 2 joaninhas de mola e 3 gangorras .
No Abrigo Auxiliadora,  as crianças tiveram um dia muito divertido com equipe de recreação, além da pintura dos muros internos da instituição, com mural desenvolvido por Paulo von Poser a partir de desenhos das próprias crianças da instituição.
O Centro de Saúde Escola Barra Funda ganhou um lindo jardim de entrada com mesas e banco. Os jardins internos, que antes eram cercados, tornaram-se locais de uso, tendo agora caminhos e bancos. Os funcionários ganharam a reforma e ampliação de sua área de descanso, que agora tem redário e mobiliários da Inventi Projetos. O maior sonho e o mais desafiador foi a construção do deck com pergolado, que será utilizado para academia dos funcionários e atividades de reabilitação e fisioterapia.
A beleza expressa nos resultados alcançados materializa o poder da união de talentos, cooperação, valorização de sonhos e o empreendedorismo ao FAZER ACONTECER.
O que antes estava inerte, passa a ter fluxo e vida. Neste cenário, são as pessoas que se transformam  junto com os espaços.
“Hoje percebo o senso de pertencimento dos alunos. O comportamento mudou, com o local e com os professores, para melhor.  Mudou o cuidado de todos com a escola!” relata a professora Marta, da escola Canuto do Val na reunião de avaliação depois da ação.
“Nunca vi esta praça tão cheia de pessoas e famílias como neste fim de semana. Tinha fila nos brinquedos!” relata a Vânia Valentin, vizinha de frente da Praça do Areião, 15 dias após o Dia dos Voluntários Telefônica.

Apresentação exibida no Encontro de Futuro, com fotos de todo o processo do DVT na Barra Funda

 

Agradeço o empenho de toda a equipe do Elos – Val, Patrícia, André, Ariane, Rodrigo, Laura, Paulo, Gilson, Mariana Felippe, Mariana Gauche, Dauro, Carla e Linda – e às consultorias Inventi Projetos, Fe Ravanholi Arquitetura * Paisagem, Lao Design e Engenharia SustentávelPaulo Von Poser e Escola de Notícias por alimentar o nosso propósito de “impulsionar o movimento de fazer acontecer já mundo que todos sonhamos”.
Para ver mais fotos de toda a mobilização para o DVT 2011 em São Paulo, acesse nosso Flickr.
* Thaís Polydoro é guerreira sem armas de 2000, arquiteta e coordenadora do Núcleo de Realização do Instituto Elos.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

DEIXE UM COMENTÁRIO

Categories

Arquivos