OFICINAS PRÁTICAS

MAPAS AFETIVOS

Mapas Afetivos consiste em criar um mapa baseado na relação entre os lugares e as pessoas, contando as histórias e os entrelaçamentos afetivos de celebridades e não-celebridades, gente como a gente, pela cidade de São Paulo. Com o lançamento oficial, a plataforma passa a ser colaborativa — e qualquer um poderá acrescentar um ponto ao mapa, com histórias, fotos, vídeos e conteúdos diversos.

felipe-e-andre

Fundadores do liquid media laab (lml), um hub especializado em idealizar e implementar projetos de comunicação digital de interesse público.
São um laboratório de mídia especializada em experiências narrativas e visualização de dados, além de realizar serviços de comunicação digital.
Buscam as convergências possíveis entre cultura, comunicação, tecnologia e transformação voltadas para melhorar a sociedade.

TURISMO DE BASE COMUNITÁRIA

O Turismo Comunitário diz respeito à atividades e serviços ligados a comunidades que recebem visitantes. Muito mais que um segmento de turismo, o turismo comunitário é visto como uma ferramenta ou um instrumento de organização das comunidades, que exige que as famílias se envolvam de forma ativa em todas as etapas do trabalho: no planejamento, na execução, na avaliação e no monitoramento das atividades. A proposta é no primeiro dia discutir os conceitos e no dia seguinte fazer um piloto nas áreas do morro.

renato-marchesini

É Turismólogo e Guia de Turismo Ministério do Turismo, um dos idealizadores da agência de turismo Caiçara Expedições, que explora o terreno onde se cruzam turismo, meio ambiente, cultura, negócios e parcerias. Promove administração com consciência ecológica, negócios sustentáveis e educação ambiental, estimulando a transformação de valores, ideias e comportamento por meio de roteiros turísticos, pesquisa, educação, diálogo e trabalho integrado.

É idealizador do o projeto ‘Prosa dos morros’ trabalha para fomentar a Economia Solidária nos Morros de Santos.

ESPAÇOS PARA CRIANÇAS

No dia 12 de outubro, dia das crianças, criarão espaços de aprendizagem com brincadeiras, contação de histórias e atividades de cooperação entre as crianças e adultos.

renataAtriz e contadora de histórias, trabalha no Instituto Elos no núcleo de Realização e
é uma das facilitadoras da Filosofia Elos.

ronaldoÉ um dos idealizadores o projeto a Música do Círculo, uma vivência musical
que revela o potencial expressivo de corpos e vozes em harmonia, refletindo
sobre a cooperação como possibilidade de convivência.

carlinhaÉ educadora há 20 anos, tendo passado por programas de educação,
integração, sociabilização e mediação familiar na Itália com crianças
multi-étnicas e hoje é guardiã das crianças no Instituto Elos.

IMAGEM E FOTOGRAFIA

Nunca foi tão fácil fotografar. Estamos imersos num mar de imagens a todo instante. Vale lembrar que uma fotografia não é o espelho do real, é um fragmento capturado que começa a refazer sentidos e construir o real, novo real, assim que é colocada em exposição.  A oficina  vai ser um espaço de reflexão sobre a imagem e a prática na construção de um olhar crítico sobre o mundo.

alyson

É formado em Comunicação Social, é especialista em Psicopedagogia, fotógrafo, cineasta e professo universitário. Em 1998 iniciou um projeto fotográfico sobre identidade, relacionando o tema com as algumas etnias indígenas brasileiras e o povo quechua peruano. Dirige a PHANTON FILMS desde 2002 onde produziu e dirigiu alguns curtas-metragens e vídeos. Também coordena o Núcleo Experimental de Produção Audiovisual do Centro Universitário Monte Serrat (UNIMONTE) em Santos. Atualmente está produzindo alguns filmes sobre o Haiti. O primeiro, “DIGNITÉ” sobre o direito a educação no Haiti, teve seu lançamento mundial em abril de 2015 no Haiti.
É um dos criadores do Coletivo Altavista, um coletivo de fotografia que realizou, como primeiro trabalho, um projeto fotográfico com refugiados ruandenses, 20 anos após o genocídio no país.

COMO FAZER UM SARAU CULTURAL

Um sarau é um evento cultural ou musical onde as pessoas se encontram para se expressarem ou se manifestarem artisticamente.
Pode envolver dança, poesia, leitura de livros, música acústica e também outras formas de arte como pintura, teatro e comidas típicas. Evento importantíssimo por seu caráter de inovação, descontração e satisfação, dentro de uma comunidade. Oficina em parceria com o Sesc Santos.

Liderado, organizado e concebido pelo Jaime Diko Lopes, os projetos Samba do Monte e roda de chorinho reúnem mensalmente centenas de pessoas entre artistas, amigos e frequentadores.  O “Espaço Comunidade” é fruto do *Projeto Comunidade Samba do Monte.

POUPANÇA COMUNITÁRIA

Com a organização proveniente dos grupos, os poupadores passam a antecipar dificuldades e oportunidades bem como discutir questões de gastos e gestão de recursos, que frequentemente evoluem para assuntos como planejamento, estratégias de atuação e negociações com o poder público, assim como possíveis parceiros. A poupança é um instrumento de fortalecimento que possibilita aos poupadores negociarem e lutarem por suas demandas. Por fim, a poupança comunitária se configura como uma alternativa segura e rápida para solução de problemas financeiros emergenciais dos poupadores.

rede-interacaoA Rede Interação é a representante brasileira do SDI – Slums Dwellers International,
uma rede independente de entidades da sociedade civil e iniciativas populares,
com presença em 33 países da África, Ásia e América Latina,
que atua para criar cidades inclusivas e inserir a população
urbana de baixa renda nas estratégias de desenvolvimento urbano.
Representante no evento: André Franco

DESENHO COLETIVO – Paulo Von Poser

Desenho de observação da paisagem é uma das formas da gente apreciar com mais profundidade o lugar que estamos retratando. Representa uma mudança do tempo, em que tudo o que fazemos é corrido e com muita pressa. Procurar as belezas dos morros de Santos e construir juntos grandes desenhos para se tornarem outdoors pela cidade é um dos objetivos desta oficina.

vanposer

É artista plástico e professor na Faculdade de Arquitetura de Santos
há 30 anos e trabalha com processos pedagógicos e práticas de ensino,
que relacionam o desenho de observação,
a percepção do espaço e a arte contemporânea.

HORTA URBANA

As hortas urbanas estão se popularizando por trazer de volta o conceito de vizinhança, incentivando uma aproximação maior entre o homem e o ambiente e entre as pessoas de uma mesma comunidade. Envolve gente de todas as idades e muda os espaços e as relações onde é plantada.

hortaO sonho da União da Comunidade, grupo formado pelos moradores do Caminho da União – Jardim São Manoel – Santos, foi a implantação de uma horta comunitária, chamada Horta Bons Frutos.