Um guerreiro brasileiro em um Oasis espanhol: conheça o Oasis Navarra

Por Leo Duarte*
Era um dia antes do começo do Milagre do Guerreiros 2012. Eu me lembro muito bem da alegria que senti por estar em São Paulo e ter o dia livre para poder descer a serra e relembrar as aventuras de um ano antes e, ao mesmo tempo, criar novas lembranças. Quando cheguei a Santos fui recebido pelo Shima, amigo de muitos Oasis que gentilmente abriu as portas da sua casa. Ao chegar lá, não foi surpresa alguma encontrar tantos novos rostos e ouvir uma língua diferente.  Parecia que estava de volta ao CEFAS com toda a sua diversidade.
A noite que antecedeu o Milagre foi regada a boas conversas e criação de novos laços que rapidamente me levariam por novos caminhos que eu jamais poderia imaginar. Aqueles novos rostos eram Ana, Susana, Ander, Juan Felipe e Jon e eles estavam no Brasil em uma jornada de aprendizado como parte da sua graduação na Mondragón Team Academy (MTA) – uma faculdade para o desenvolvimento da liderança empreendedora e inovação social focada no trabalho em times. Eles ficaram sabendo do Guerreiros Sem Armas por um amigo em comum e decidiram descobrir como essa história de fazer sonhos virarem realidade funciona na prática.
O final de semana não poderia ser melhor. Eu, que ia ficar só um dia, acabei ficando dois. Além de contribuir mais para a comunidade da Aldeia, pude me conectar mais com o pessoal da MTA e partilhar um pouco das minhas experiências no Oasis. Eles não poderiam estar mais encantados com toda a experiência. Tanto, que no final de semana seguinte, lá estavam eles no Encontro de Re-Evolução e com um convite na ponta da língua: “Leo, você quer vir para o País Basco e realizar um Oasis?”. A resposta não poderia ser outra: “Sim”. E lá fomos nós para a festa de Celebração com um gostinho de novas aventuras no ar.
Um mês depois desse primeiro encontro, a passagem já estava na mão e em mais um mês eu aterrissava em Madrid. Mesmo após cerca de 12 horas de viagem de avião e mais 6 horas de ônibus até San Sebastián, na primeira noite de reencontro, o tema do jantar já foi o planejamento do primeiro Oasis no País Basco. As ideais fervilhavam na cabeça, mas confesso que sabia que os desafios seriam muitos e, com certeza, inspiradores.
Apesar de cada Oasis ser único, eu já realizava o jogo há dois anos e me sentia em uma grande zona de conforto.  Já nos primeiros dias, senti o desafio das diferenças culturais na comunicação sobre o jogo. Além da própria barreira da língua, o distanciamento deles em relação à realidade do Brasil, que eu apresentava, dificultava compreender o que poderíamos fazer aqui. Era hora de ativar a Rede de Guerreiros. Graças ao Javi e a Cristina, companheiros de GSA, mostrei o vídeo do Oasis El Ruedo, realizado em Madri e rapidamente tudo mudou.

Saioa Amatria, Susana Fernandez Soroeta e Leo, da equipe organizadora do Oasis Navarra, divulgaram a ação na Navarra TV, emissora estadual. Confira o vídeo em http://www.youtube.com/watch?v=19iXBfge274

A aproximação à realidade local ajudou muito para inspirar e motivar mais pessoas a conhecerem o projeto e se engajarem na sua realização. Montamos um time de apoio para a facilitação do Oasis e passamos a visitar várias empresas e buscar a comunidade. Em tempos de crise, foi necessário inovar: ao invés de ligações e e-mails, fomos para a linha de frente, bater de porta em porta das empresas pedindo apoio e, pouco a pouco, ele surgia. Hoje já temos os primeiros recursos de suporte para a primeira etapa da vivência. O time de voluntários já ultrapassou a meta dos 20 – com certeza aumentará muito mais para o Milagre – e a comunidade está começando a ser mobilizada.
Falar de sonhos em momentos tão difíceis por aqui é realmente muito delicado. É necessária uma imersão na realidade local para que o projeto tenha êxito. No Oasis, como na Team Academy, se aprende fazendo e tenho certeza que vamos mostrar a tudo e a todos que sonhos podem sim virar realidade aqui e agora, seja onde for.

 

O Oasis Navarra está sendo realizado na comunidade de Etxabakoitz, um dos bairros mais pobres da cidade de Pamplona, de 16 de novembro 11 a 3 de dezembro. Para acompanhar mais sobre como está sendo essa experiência, visite a página de fãs da EGO. E para se inspirar com nossa energia, assista o vídeo de divulgação do Oasis Navarra: http://www.youtube.com/watch?v=HEBviQb6Ekw.
*Leo Duarte é guerreiro sem armas 2011, facilitador do jogo Oasis e atualmente empreende um projeto de aprendizado através de jogos. A Espanha é a primeira parada dessa jornada.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

DEIXE UM COMENTÁRIO

Categories

Arquivos