Elos no Mais Cultura – Mão na Massa em Manaus

 Por Mariana Felippe com pitacos da Val

“Em Manaus, a etapa Mão na Massa no Conjunto Castanheiras foi um arraso!”

 

Essas palavras tão animadas vêm da dupla de facilitadores Mariana Felippe e Gilson Prado, que não esconde o orgulho quando fala da participação da comunidade no programa Elos no Canteiro Mais Cultura. Por que será?

No sábado a adesão dos moradores ao mutirão foi preocupante, mas no domingo, eles entraram de cabeça e a praça ficou lotada durante TODO O DIA!



Tanta essa gente representava além dos moradores os universitários da ADCAM, Uninorte e UFAM os estudantes do IFAM, que é a antiga Escola Agrotécnica de Manaus. Os alunos da IFAM desenvolveram um banco de bambu ES-PE-TA-CU-LAR, que ficou maravilhoso junto ao pergolado, lixeiras e sofás de bambu desenvolvidos pelo facilitador Gilson Prado, de origem caiçara e artesão habilidoso. Essas ações fizeram parte do eixo Cultura e Cidade do programa e o resultado de um processo de mobilização e formação comunitária mais dois dias de ação intensa foi uma praça maravilhosa.


Já no eixo Cultura e Economia formou-se um grupo de geração de emprego e renda que começou realizando muito: criou logomarca, definiu o serviço a ser oferecido – Café Regional, muito típico na região – e criou um BLOG!!! Vários jovens da comunidade – que nunca tinham feito isso antes – trabalharam duro e desenvolveram o blog que já está no ar:
www.comunidadecastanheirasmanaus.blogspot.com. 

Uma das conquistas desse grupo foi o fechamento da parceria com o Design Possível, o contato foi iniciado no inicio das ações do programa na cidade e regado dia a dia durante todo o processo.

O casamento da disposição e dedicação da equipe do Design Possível de Manaus com a vontade e entusiasmo da comunidade levaram esse grupo a conquistas maravilhosas.


A experiência deu tão certo que além de participar do programa na próxima etapa na comunidade Jorge Teixeira, o Design Possível, que estava em busca de comunidades parceiras, pretende dar continuidade à relação com os dois grupos.

É um ótimo começo, mas o Conjunto Castanheiras não para por aqui.

Munidos de muita energia, auto-estima e confiança, fruto do que foram capazes de realizar cooperativamente em um final de semana, o Conjunto Castanheiras conta também com uma nova e entusiasmada rede de parceiros. Para apoiar essas iniciativas o Ministério da Cultura prevê um cronograma de formações ligado à formatação de projetos e gestão do equipamento cultural.

Para saber mais sobre o programa e as comunidades e para interagir com os participantes, visite www.elosmaiscultura.com.br


 

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

DEIXE UM COMENTÁRIO

Categories

Arquivos