GSA10: Guerreiros Sem Armas 2017: uma visão de futuro

“Qual futuro que queremos? Pense em algo muito precioso. Este é um excelente indicativo de onde podemos chegar. Neste momento da história  onde tudo está ruindo, devemos estar [email protected] para tudo aquilo que se rejeitou no passado. Xamãs, capoeira, conhecimentos populares… Essas coisas que dizemos ser ‘coisas antigas’, digo que o mundo precisa destes conhecimentos, porque se vamos depender somente do que a ciência, a razão e a  tecnologia produziram, olha em que ponto chegamos”.  Charles Eisenstein

logo Gsa 2017

Os Guerreiros Sem Armas são aqueles que disseram sim para a jornada de fazer acontecer o mundo que todos sonhamos. Juntos, cultivamos a Filosofia Elos e as qualidades dos elementos terra, água, fogo, ar e nhanderekó para realizar o Jogo Oasis, que impulsiona o desenvolvimento pessoal e comunitário de uma forma onde geralmente se vê escassez, nós buscamos a abundância para realizar sonhos coletivos.

Nesta edição comemorativa de 10 edições do programa, queremos aprofundar nossa compreensão sobre as visões do mundo que todos sonhamos. Quais são as narrativas que podem nos orientar para um futuro desejável? Quais são as histórias que dão sentido à nossa jornada?

Na busca de uma visão de futuro, consideramos a sabedoria de povos indígenas e tradicionais, comunidades espirituais, intelectuais, cientistas de diversas áreas do conhecimento, artistas, lideranças comunitárias, e o que emerge autenticamente de nossos corações.

Algo fundamental para nossa atuação global é o profundo sentido de comunidade como resposta a maioria das grandes crises na vida hoje. Sabemos que isto não é uma resposta nova. Aliás, é preciso relembrar esta essência que está dentro de nós mesmos, desde sempre.

Esta jornada do [email protected] Sem Armas é um caminho de (re)descobertas de quem somos enquanto indivíduos e comunidade. Um convite para agir sobre o que é urgente e necessário fazer já.

LogosParceirosHorizontal

“What future do we want? Think of something very precious. This is an excellent indicator of where can arrive. At this point in history where everything is crumbling, we must be open to everything that has been rejected in the past. Shamans,Capoeira, popular knowledge… These things that we say are ‘old things’, I say that the world needs this knowledge, because if we depend only on what science, reason and technology have produced, look where we are now.” Charles Eisenstein

The Guerreiros Sem Armas are those who said yes to a journey of making the world we all dream of happen.  Together, we cultivate the Elos Philosophy and the qualities of the elements – earth, water, fire, air and nhanderekó to undertake the Oasis Game, which propels personal and community development in a way where instead of seeing scarcity, we seek abundance to realize collective dreams.

In this commemorative edition of 10 editions of the program, we want to deepen our understanding of the visions of the world we all dream of.  What narratives can guide us toward a desirable future?  What are the stories that give meaning to our journey?

In pursuit of a vision for the future, we take into consideration the wisdom of indigenous and traditional peoples, spiritual communities, intellectuals, scientists from various fields of knowledge, artists, community leaders, and what emerges authentically from our hearts.

Central to our actions on a global scale is the deep sense of community as the answer to most major crises in life today. We know this is not a new answer. In fact, it is necessary to remember this essence that is inside of us, always.

This journey of the [email protected] Sem Armas is a path of (re)discovering who we are as individuals and community. It is an invitation to act on what is urgent and necessary to do now.

LogosParceirosHorizontal

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

DEIXE UM COMENTÁRIO

Categories

Arquivos