Mobilização e Transformação das Praças Paulo Schiesari e Antonio Resk

A vizinhança do entorno das praças Paulo Schiesari e Antonio Resk foi convidada a sonhar junto e se colocar em ação para revitalizar os espaços das praças, que já recebiam eventos comunitários e mutirões organizados pelo Movimento Boa Praça.

 

“Foi a primeira vez para a Subprefeitura da Lapa que fizemos a gestão de um termo de fomento dentro do marco das organizações da sociedade civil, então foi uma coisa nova. E ter esse aspecto revolucionário de “quando eu me junto, as ideias se movimentam” é algo muito especial considerando a cidade de São Paulo, que é muito grande, são 300 mil habitantes só na subprefeitura da Lapa. Saio daqui muito realizada em ver que sim, é possível a gente fazer fomentos em que a sociedade civil se organiza e aplica o recurso e transforma. E essa parceria entre o Instituto Elos, a Prefeitura, Movimento Boa Praça, e a comunidade é saudável para todos nós. É um sucesso olhar como estava a praça antes e como ela está hoje”, relatou Cyra Malta, engenheira agrônoma, técnica da Subprefeitura da Lapa e gestora do projeto.

As ações deste projeto aconteceram tanto online, quanto presencial, respeitando as normas de higiene e segurança indicadas pela OMS.

O projeto foi financiado através de uma emenda parlamentar em parceria com o Movimento Boa Praça e gerenciada pela Subprefeitura da Lapa/SP. Os sonhos da vizinhança envolveram a construção de brinquedos e reformas no mobiliário, paisagismo e pintura.

Por conta da pandemia tivemos que adaptar o processo de mobilização e ação. Não foi realizada uma Vivência Oasis, que faz parte do nosso processo. Fizemos a mobilização com a vizinhança das praças  e assistência técnica para o projeto.

 

Para entender o que as pessoas, de fato, gostariam nas praças, foi aplicada uma pesquisa, e a tradicional maquete dos sonhos foi construída a partir propostas individuais, as quais foram reunidas através de desenhos e mostrados presencialmente ou enviados de maneira remota

Ao invés dos dois dias, a etapa mão na massa foi realizada em um total de seis dia. Tivemos a participação de duas mulheres da Rede GSA: Renata Laurentino (GSA 2012) e Luisa Leme (GSA 2017).

 

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

DEIXE UM COMENTÁRIO

Categories

Arquivos