Parceria com Sumitomo desenvolve Oasis nas Escolas

Quando somos chamados para um projeto e isso acaba gerando outros modelos de atuação para o Elos, é sempre um motivo de celebração. A Sumitomo Chemical queria oferecer aos funcionários da empresa da unidade de São Paulo uma experiência de mobilização comunitária. O contexto da ação é a campanha mundial de Responsabilidade Social da Sumitomo chamada 100 DIAS, que no Brasil tem como tema a Educação, dentro do Programa “Fórmula do Bem” que tem o objetivo de aumentar a atuação da empresa nas ações de Responsabilidade Social. Assim podemos desenvolver como eixo de formação, o Oásis nas Escolas.

SUMI 01

Entre os objetivos da ação está: sensibilizar os funcionários da empresa para o engajamento em ações de voluntariado; construir nas pessoas da escola escolhida a certeza de que é possível construir um projeto conjuntamente e promover mudanças positivas; oferecer um espaço seguro de trabalho cooperativo para promover maior integração entre o público interno e reforçar os valores corporativos.

SUMI 02

A escola escolhida para a ação foi a EMEF Duque de Caxias, localizada na Baixada do Glicério, na Sé, em São Paulo. A escola tem 36 classes, 1000 alunos, com três turnos de funcionamento. Tem alunos do 1o. ano do ensino fundamental até o 9o. ano, além dos alunos da EJA – Educação de Jovens e Adultos, que é constituída basicamente de refugiados/imigrantes de outros países e brasileiros.
Para entender melhor, a Baixada do Glicério é um bairro com muitos imigrantes/refugiados – haitianos, congoleses, senegaleses, colombianos. Muitos cortiços e a presença de lideranças comunitárias bem envolvidas com a transformação do bairro.

SUMI 03

Com isso, além dos voluntários da Sumitomo Chemical, professores e alunos da escola, fizeram parte da formação junto com Elos, um líder do Congo, Jean Katumba, que conectou-se a nós por meio da conversa que tivemos com Padre Paolo, da Igreja Nossa Senhora da Paz, que desenvolve trabalho com refugiados.
De acordo, com Simone Batista do Elos, “todos os voluntários tem se mostrado impactados com a vivencia na escola,junto aos alunos. A perspectiva deles de mundo, a visão que tem, vem se transformando. São vários relatos deles, dizendo que agora olham para as pessoas, por exemplo, moradores de rua, catadores, de outra forma”.
Além dos voluntários estamos trabalhando em reuniões junto aos professores, que são aproximadamente 53. Alguns participaram de atividades da Vivencia Oasis: Prof. Mauricio, Profa. Moema, Estagiária Clarice, coordenadoras pedagógicas da escola, Lenita e Andrea. Ficamos todos muito agradecidos a escola que abriu as portas e nos deixa fazer atividades diretamente nas salas de aula com os alunos.

SUMI 04

Sebastian Ronderos, Camila Freitas, Veva e Hannah, recém saídos do GSA 2015 foram nossos co-facilitadores, assim como colaboraram no mão na massa, Paula e Sofia.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

DEIXE UM COMENTÁRIO

Categories

Arquivos